English Dutch French German Portuguese Spanish
Menu

Ultima oportunidade para travar a exploração de petróleo e gás em Portugal. Quer ajudar-nos?

Queridas Pessoas, vizinhos, amigos, hóspedes e clientes.

Vejam este video com os activistas da ASMAA nas praias do Algarve:https://www.youtube.com/watch?v=7bLZmi9SLww. 

Alguns estão a meditar, outros rezam, uns cantam e outros dançam, mas todos estão cheios de gratidão pela beleza e pela generosidade da nossa Mãe Natureza. Não queremos perdê-la. E contudo, isso pode acontecer se não nos erguermos, todos juntos, para impedir a sua destruição. 

 

O vídeo ilustra o lado Zen da ASMAA. Mas a ser verdade que o povo ASMAA tem mais afinidades com o ‘poder da natureza’ (flower power) do que com a força mais brutal, também é igualmente verdade que ações pacificas como manifestações e petições, embora extremamente úteis para chamar a atenção do público em geral, são praticamente inúteis quando se trata de enfrentar os colossos financeiros, e todo o poder que lhes advém através das suas alianças com os políticos. 

 

Sendo assim, decidimos processar o Governo Português, levando-o a tribunal. Para começar, as primeiras batalhas nesta Guerra legal, vão ser ações contra os que autorizaram a viabilização destes projetos. Vamos processar as Pessoas que violaram a lei e a terra, e que traíram o povo que, ao votar nelas as colocou em elevados cargos de poder.

Por uma taxa contratual de € 15 / km2 para prospeção e exploração, as companhias de petróleo e gaz natural são autorizadas a perfurar em terra e nas águas costeiras portuguesas, praticamente em todo o lado, incluindo o vosso jardim. Mas esta taxa ridiculamente pequena foi mesmo dispensada para algumas companhias petrolíferas, tais como a GALP/ENI no offshore da Costa Vicentina (Alentejo/Algarve).

 

Alguns acordos incluem outras cláusulas bizarras, tais como a que estipula que os royalties só serão pagáveis após os custos de exploração terem sido recuperados. E quando será isso?

 

Perguntamo-nos como foi possível que tal insanidade tivesse sido autorizada, considerando a pressão exercida sobre Portugal pelo FMI, a União Europeia ou o Banco Central Europeu para corrigir a sua posição financeira.

Esta é uma Guerra contra uma indústria que ameaça, com os seus projetos de perfuração e fracking, o nosso mar, as nossas praias, o nosso país pristino, e até – com a proteção legal –, os nossos santuários e parques naturais. A própria herança cultural portuguesa, com os seus locais de peregrinação como Fátima, e os maravilhosos tesouros arquitetónicos como o Mosteiro da Batalha, estão em risco.  

 

Não imaginem nem por um segundo, que estas prospeção e exploração são inofensivas: A geologia da terra exige o fracking e todos os riscos que acompanham essa altamente danosa tecnologia.

 

Levar um caso como este a Tribunal não faz sentido, a menos que este seja apoiado por uma Equipa juridica de excelência. Não só encontrámos essa equipe, como encontrámos ali uma grande simpatia pela nossa causa.

Considerando os interesses financeiros envolvidos e a posição dos que podem ser atingidos, esta será uma batalha feroz e muito dispendiosa. Não podemos cometer erros – é uma guerra suja. Ajude-nos a lutar contra o opressor por nossa causa, pela sua própria causa, pelo bem dos nossos filhos. Não fique à espera que uma torre de perfuração apareça no jardim da sua casa ou no mar em frente à sua praia preferida.

Não podemos dizer-vos tudo. Mas precisamos de toda a ajuda de todos. 

O governo não tem divulgado todas as informações, pelo contrário. É bem possível até que a perfuração comece muito em breve. Previmos que a Galp/ENI começe já a furar em meados de maio, e que a Australis antes do fim do ano. Por falta de fundos sufecientes para cobrir todos os custos da ação, corremos o risco de que  a primeira perfuração aconteça antes de submetermos a nossa ação em Tribunal.

Comtamos com o seu apoio, não fiquem à espera que os torres de perfuração aparecem nas vossas ruas ou o barco SAIPEM 12000 no nosso mar.

Donativos e contribuições serão acolhidos com muita gratidão na conta da ASMAA “SAY NO TO OIL“, cujos detalhes são indicados abaixo. 

Doadores generosos ou quem puder fazê-lo, podem partilhar com outras pessoas e amigos, agregando-se para, num esforço conjunto, juntar  €500 ou mais. Nesse caso, as quantias podem ser directamente enviadas para a sociedade de advogados.

Com os nossos melhores cumprimentos

Jean-Jacques de Coninck (Presidente do Concelho Fiscal),
Laurinda Seabra (CEO),
Manuela Gonzaga (Chairman)
e o resto da equipa da ASMAA

 

PS. Nesta página, não podemos dizer-vos tudo, mas podemos responder às vossas perguntas e promover encontros para apresentar o caso e os seus desenvolvimentos. E atualizaremos o nosso website onde muitas das questões encontrarão resposta. Nos "links" em baixo está também uma apresentação que ajuda a compreender porque é tão urgente agir-mos agora.  

É muito fácil fazer donativos à ASMAA.
1. Via PayPal (incl. credit card) : This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. or através do link nesta: http://asmaa-algarve.org/en/donate
REF: Say NO to Oil (for legal case) or: ASMAA (for support to our monthly running costs)

2. POR TRANSFERENCIA BANCÁRIA para SANTANDER TOTTA (LAGOS ALGARVE)
ASMAA Algarve Surf and Marine Activities Association
IBAN: PT50 0018 0008 02686698020 51
REF: Say NO to Oil (for legal case) or: ASMAA (for support to our monthly running costs)

 

OBRIGADA!

 

 

Ref: GALP/ENI: 2018 - The END of the Road?

Ref: Going to court against oil & gas exploration: ASMAA's Provisional Legal Budget!

 Ref: Furo no Algarve: Galp/ENI receberam mais de 200 milhões de Euros em apoios fiscais?

 

ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association –NIPC 510381952

Rua Dr. Alberto Iria, Lote 12, R/C Esquerdo, Lagos, 8600-580, Algarve, Portugal E-mail : www.asmaa-algarve.org -  www.asmaa-algarve.org | Tél : 282 182 103

You are here: HomeOil and GasNem Um FuroCampaign ArticlesUltima oportunidade para travar a exploração de petróleo e gás em Portugal. Quer ajudar-nos?
  • ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association
    NIPC: 510 381 952
    Tel: 00 351 282 182 103
    This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
    asmaa-algarve.org
    Rua Dr. Alberto Iria
    Lote 12, R/C Esq
    Porto de Môs
    Lagos 8600-580
    Portugal
Go to top