English Dutch French German Portuguese Spanish
Menu

Petróleo: Desastres Ambientais na Costa Portuguesa

Media

Reportagem desde 1969. Os petroleiros derramam, quase sempre, enormes quantidades de petróleo que, flutuando e alastrando-se progressivamente, formam extensas manchas negras. São as chamadas marés negras. Com efeitos altamente destrutivos, elas provocam enormes agressões na fauna e flora marinhas, as quais são normalmente irreversíveis.

Provocam enormes prejuízos à atividade pesqueira e têm um forte impacto negativo na atividade turística, já que os resíduos petrolíferos, de remoção difícil, impedem durante muito tempo a utilização das praias.

Os raios solares não ultrapassam a camada de petróleo formada. Assim, seres autotróficos fotossintéticos, como as algas, não podem realizar fotossíntese, processo metabólico do qual depende toda a biota marinha. O resultado é a proliferação generalizada de organismos anaeróbios, com consequente mortandade de peixes e de outros representantes da fauna e flora marinhas. Processo conhecido por eutrofização.

Também nas operações de lavagem dos tanques dos petroleiros em pleno oceano são derramadas enormes quantidades de petróleo, que, não raramente, originam autênticas marés negras.

Comments   

 
0 # claudia 2017-03-30 15:40
Saudações
Este pequeno filme esta com uma exelente retrospectiva e a real relação que temos tido com o petroleo,em comparação com uotros paise.
é possivel saber de onde vem ou quem realizou esta montagem
Reply | Reply with quote | Quote
 
You are here: HomeAnti Oil and Gas CampaignsVideosPetróleo: Desastres Ambientais na Costa Portuguesa
  • ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association
    NIPC: 510 381 952
    Tel: 00 351 282 182 103
    This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
    asmaa-algarve.org
    Rua Dr. Alberto Iria
    Lote 12, R/C Esq
    Porto de Môs
    Lagos 8600-580
    Portugal
Go to top