English Dutch French German Portuguese Spanish
Menu

Jornal de um activista: Sugestões para activistas

Aqui uma lista de sugestões que activistas podem usar ou adaptar no seu dia a dia.

  1. Faça um esboço da visão/missão. Pode parecer redutor ou desnecessário, mas uma declaração desta natureza é crucial para a sua Organização e para si. Reduza ao máximo esta declaração; terá de incorporar o que pretende com o mínimo de palavras.
  2. Faça um esboço da sua visão/missão. Qual é o seu objectivo e porque está envolvido? Porque se considera um activista? Imprima uma lista da missão, dos objectivos e das acções da sua Organização. Conserve este documento. Consulte-o regularmente para analisar eventuais desvios que possam surgir consoante se envolve em mais acções.
  3. Tome iniciativa individualmente. Muitas das vezes os grupos necessitam de “empurrões” que poderão vir de si.
  4. Não receie consultar entidades externas à sua Organização, nem deixe de considerar o recrutamento de pessoas que não sejam “do tipo” activista.
  5. Seja persistente e exigente consigo próprio.
  6. Lembre-se constantemente da resposta à pergunta; “Porque faço o que faço?”
  7. Evite que circunstâncias menos positivas derrubem os seus princípios. Reconheça também os aspectos positivos, não apenas os negativos.
  8. Trabalhe em questões estruturais com a sua Organização, e mantenha-a flexível. Proporcione uma estrutura que permita a participação activa das pessoas. Sempre que poder delegue responsabilidades. Esforce-se por ser claro nas suas argumentações.
  9. Dedique tempo a conhecer as pessoas que compõem a Organização/Grupo activista onde pertence. Dê atenção à “oposição”. Individualize ponto a ponto dos argumentos contrários e responda racionalmente. Não deixe, simplesmente, que as suas emoções ditem o caminho a seguir.
  10. Investigue bem todos os temas sobre os quais pretende actuar. Não tome posições sem ter bases bem fundamentadas que as sustentem.
  11. Dedique-se à comunicação com o “exterior”. Não “lute” contra os media. Se vir que não lhe dão a devida atenção, procure diversificar o tipo de acção; poderá implicar menor dependência em relação aos media.
  12. Construa círculos concêntricos. O passa-palavra pode resultar numa ferramenta muito poderosa. Partilhe constantemente as suas ideias e encoraje os restantes membros da sua Organização a fazerem o mesmo.

Nem sempre será fácil, e o activismo sério contém uma sobredose de emoção recheado de vitórias e derrotas, dias de felicidade e dias que nos perguntamos porque aqui andamos. Mas quem é de facto activista sabe que no seu mais profundo ser existe uma voz que o impele a prosseguir, porque o nosso esforço, dedicação e por vezes até coragem é tão importante para nós e para a nossa autoestima, como é para o nosso grupo de trabalho.

Existirão no percurso sobressaltos, traições de quem não esperávamos, pessoas que sairão e outras que entrarão, no fundo dias melhores e dias piores, mas o importante é a caminhada que sabemos estar a fazer em prol de um mundo melhor e mais justo.

 

" Pensa globalmente e age localmente"

 

Autor: Luis Rocha

Fonte: https://cantardasmiriades.blogspot.pt

 

 

You are here: Home
  • ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association
    NIPC: 510 381 952
    Tel: 00 351 282 182 103
    This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
    asmaa-algarve.org
    Rua Dr. Alberto Iria
    Lote 12, R/C Esq
    Porto de Môs
    Lagos 8600-580
    Portugal
Go to top