English Dutch French German Portuguese Spanish

Covid: Será que faz sentido “morrer da cura”???

Bem! pediram-me para escrever um texto, sobre a minha opinião enquanto Psicóloga, relativa às novas medidas da DGS. Como gosto de reflectir e fazer reflectir, vou procurar escrever algo, com muitas questões que contribuam para a reflexão porque acima de tudo enquanto psicóloga, acredito na mente humana e na capacidade das pessoas pensarem…

Em primeiro lugar, devo referir que trabalho apenas em clínica privada, portanto, não tenho medo de nenhuma chefia, por isso, não tenho medo que este texto chegue, onde tiver que chegar. No entanto, não irei falar em nomes de organismos, nem de pessoas.

Vou separar o texto por 2 temas: Em 1º o que eu já assisti na área clínica após Março de 2020. Em 2º lugar o que pode acontecer se estas medidas se mantiverem.

Há coisas muito graves que enquanto Psicóloga me preocupam, vou procurar expor tudo neste texto.

Então vamos a isto…

 

1 tema – A minha experiência clínica desde Março de 2020

No caso das pessoas que me procuraram só depois de Março 2020 – constatei que surgiu um pavor do covid, de vírus no geral, de falta de higiene e limpeza, agravaram depressões antigas, ataques de pânico, fobias especificas, incluindo fobia de sair de casa por causa do covid.

 

Houve um aumento muito significativo de pessoas que nunca tiveram perturbação obsessiva compulsiva e começaram a ter essa perturbação, desespero constante, falta de sentido para a vida e culpabilização pela morte de idosos.

 

 

Perante a morte de alguns idosos, posso referir que alguns familiares, até receberem os resultados da autopsia, estiveram sempre com a ideia que os idosos morreram de covid e que a culpa foi da família. No entanto, na prática e repito que me refiro apenas à minha experiência clínica, até ao momento, nenhum resultado destes deu covid, todas estas autopsias, deram morte por outras doenças que esses idosos já tinham há muitos anos.

Soube da existência de 3 bebés que nasceram depois de Março, em que os avós andavam sempre com mascara. Esses 3 bebés, tiveram os 3, o mesmo comportamento. Quando os avós tiravam a máscara, eles choravam compulsivamente e só paravam de chorar quando eles colocavam a máscara. É natural que um bebé apresente este comportamento porque foi a realidade que conheceu quando nasceu.

E qual é o prejuízo que isto vai ter na saúde mental destas crianças??? Ninguém pensa nisso???

Sabiam que nas crianças mais velhas, já aumentou a culpabilização pela morte dos avós???

No caso dos pacientes que eu já tinha antes de Março - a única coisa que vou dizer, é que uma reduzida percentagem de pessoas, agravaram as patologias que já apresentavam antes, a maioria das pessoas não agravaram as patologias e continuaram a recuperar.

 

2 Tema – A minha opinião enquanto Psicóloga, sobre o que pode acontecer se as medidas se mantiverem.

O que eu vou referir aplica-se a crianças, adultos e idosos.

Claramente, vai continuar a aumentar, a quantidade de suicídios, o isolamento social, leva a muitas doenças não apenas do foro psíquico mas também a nível físico (para falar sobre isso temos cá os médicos pela verdade). NO que diz respeito ao foro Psíquico, além da quantidade de suicídios, pode aumentar claramente a quantidade de pessoas com depressão, perturbação obsessivo compulsiva, fobias várias, ataques de pânico, crises de ansiedade graves e as máscaras vão contribuir muito para isso, por causa da falta de ar que muitas pessoas sentem.

 

Sobre crianças – Além do que já descrevi em cima. Por causa do desconforto com as máscaras e da tensão que está a ser criada nas escolas, com o tempo vão agravar a falta de concentração, dificuldade em reter a informação, problemas de interacção social, tendência para alexitimia (dificuldade em identificar emoções e sensações corporais).

 

Nós somos humanos, somos cada vez mais humanos, apenas na presença de outros humanos. Se desde bebés, crescermos, só exclusivamente com animais e nunca com pessoas, temos comportamentos animalescos. Aqui, neste caso em particular, se isto se prolongar por muito tempo, as crianças crescem sem toque, sem afecto, sem expressões faciais que representam muitas emoções.

 

Se as crianças não tiverem toques, se só observarem mascaras e não observarem expressões faciais, como é que vão identificar emoções??? Vamos criar uma sociedade de pessoas sem emoção??? Robots???

 

Se não desenvolverem emoções, vai haver problemas muito graves no planeta inteiro… Disso não tenho dúvida nenhuma…

 

 

Se as crianças crescerem num mundo de máscaras, como é que desenvolvem a empatia??? Não conseguem entender expressões faciais, emoções, será que conseguem desenvolver empatia??? Se na escola, não houver intervalos e as crianças não puderem brincar, vai aumentar o insucesso escolar porque se não brincarem, não conseguem aprender.

 

Será que faz sentido “morrer da cura”???

Quando a boca está tapada (máscaras) o inconsciente associa a submissão, portanto se o uso de máscara na infância se prolongar por muito tempo (é importante ter em conta o tempo), uma vez que, não é apenas por poucos dias que vai ter este impacto mas se durar o ano lectivo inteiro, pode começar a ter este impacto. Portanto, está na hora de mudar alguma coisa.

 

Se há submissão (por causa da boca estar tapada), pode haver uma constante obediência que corta o espírito empreendedor e a vontade de lutar pela própria vida. Aqui, neste caso, estamos a falar de crianças e jovens e o futuro desta sociedade está neles.

 

 

Se em Portugal querem implementar uma ditadura, então, o que interessa a quem manda, é a obediência. Se querem implementar uma democracia (não qual não vivemos há muitos anos). Então, o que interessa é o pensamento critico, raciocínio próprio, pessoas que se sintam bem com a vida que tenham vontade de “lutar” pela vida e tenham espírito empreendedor, entre muitos outros aspectos…

 

 

Numa criança pequena, é indispensável que se desenvolva a Vinculação segura porque é um tipo de vinculação que a ajuda no seu desenvolvimento psíquico, ao ponto de ter melhor saúde mental no futuro.

 

Com mascaras e sem toque, como é que isso se desenvolve???

 

Sabiam que os avós contribuem muito para o desenvolvimento da Vinculação segura numa criança? E a Mãe? Como é que fica o desenvolvimento psíquico de um bebé que é retirado à mãe após o nascimento, apenas porque os testes de covid na mãe dão positivo??? A Vinculação que não é segura, há menos resiliência e mais problemas de saúde mental, mais agressividade. Ninguém pensa na importância que tem a nível afectivo, a professora da primaria??? Se ela está com a máscara, como é que se identificam os afectos???

 

As nossas expressões faciais dizem tudo. As crianças aproximam-se ou afastam-se das pessoas, em função do que sentem nessas pessoas…
Se os Pais não podem entrar na escola, como é que uma criança do 1º ano do 1º ciclo, se vai sentir segura com o professor??? Não se consegue sentir segura. É com a entrada dos pais na escola que a criança se sente segura, na presença do professor.

 

Mas agora vale tudo, apenas porque existe um “novo vírus”???

Onde ficam os direitos das crianças???
Os direitos humanos???
E a democracia?

 

Eu não nego a existência do vírus. Só não concordo com estas medidas porque vão prejudicar mais a população do que beneficiar. Se o Vírus tivesse um número de mortes muito elevado em Portugal (já esta provado que o numero de mortes é muito baixo), poder-se-ia colocar a hipóteses de serem aplicadas outras medidas, sempre tendo em conta a saúde mental das pessoas… mas a saúde mental foi ignorada.

 

No caso dos Idosos – Se isto continuar assim, podem ter uma morte triste, na ausência de familiares e amigos (como já começou a acontecer…), aumento das depressões, suicídios, entre outras patologias.

 

 

E os netos??? Os netos ajudam muito no bem-estar psíquico do idoso. Não poderem brincar com os netos, tocar nos netos, prejudica muito a saúde mental de um idoso.

 

Eu gosto de reflexão, então vamos reflectir todos em conjunto: a definição da OMS sobre saúde é “um completo estado de bem-estar físico, psíquico e social e não apenas ausência de doença”.

 

Porque é que em Março, quando foi decretado o 1 estado de emergência, certos organismos (não vou dizer quais são…) “levantaram-se e queixaram-se” do estado de emergência, alegando que iriam agravar vários problemas na sociedade… Contudo, em pouco tempo, esses mesmos organismos calaram-se.

Porque??? O que é que aconteceu que fez com que eles se calassem???

Com estas medidas, onde é que entra aqui a definição de saúde???

Será que agora também vão mudar esta definição de saúde??? Será que há mais algum Psicólogo que também queira falar sobre este assunto??? Ou será que sou das poucas Psicólogas que identifica o impacto negativo destas medidas???

 

 

Além de Psicóloga, também sou Hipnoterapeuta e Coach, por isso, sinto-me no dever de sugerir que tenham cuidado com o seguinte: “Um mentira repetida muitas vezes na cabeça das pessoas, torna-se verdade para essas pessoas” e o inconsciente começa a agir de acordo com essa verdade.

Se essa pessoa tiver uma consciência ampla, isso já não consegue ser verdade na mente dela mas no mínimo vai-se sentir mais confusa, mais stressada, mais irritada porque está constantemente a ouvir aquilo com que não concorda, nem acredita.

Se essa pessoa não tiver uma consciência ampla, vai ouvir aquilo tantas vezes, acreditar e revoltar-se contra quem disser o contrario…

Será que é verdade o que dizem na TV??? Ou a verdade está nos que pensam, estudam, analisam, investigam e de acordo com a ciência dizem o contrario???

 

A minha sugestão para todos é que deixem de ver noticias na tv, a internet tem tudo o que precisam de saber… Por favor, leiam mais o Blog e o Facebook dos médicos pela verdade.

  1. Porque é que o covid, é o principal tema das noticias na tv e é repetido constantemente???
  2. Porque é que tudo o que são guerras, conflitos, assassinatos, violações, são repetidos constantemente na tv???
  3. Há tantas noticias de coisas boas que ao longo dos anos aconteceram no mundo mas só as descobri na internet, porque é que nunca foram publicadas na tv???
  4. Será que os senhores que estão por traz da comunicação social, conhecem bem o funcionamento da mente humana???
  5. E o Sistema imunitário???
  6. Porque é que em vez de falarem tanto do Covid na TV, não ensinaram a população a fortalecer o sistema imunitário???
  7. Sabiam que a vitamina D (sol / rua) também ajuda a fortalecer o sistema imunitário???
  8. O medo constante que é diariamente incutido na TV, acham que vai desencadear o quê nas pessoas??? Medo, pavor, pânico, depressões.
    Será que para a comunicação social, a morte por suicido, é menos grave que a morte por covid?
  9. Desde Março que houve um aumento significativos dos suicídios porque é que não se fala nisso na TV???
  10. Porque é que em vez de investirem tanto dinheiro, em testes e vacinas, não investem num medicamento que trate o vírus???
  11. Há muitos anos que via noticias na tv, em Março voltei a ver mas já desisti há muito tempo…
  12. Eu sei que o covid, aumentou os negócios de muita gente mas ninguém pensa no futuro das crianças que são criadas com mascaras e sem toque? Sabem o que vai acontecer neste planeta se criarmos seres sem empatia e sem emoção???
  13. Com o intuito de criarem grandes negócios para muita gente, aumentou o desemprego no geral e a pobreza… Isso não vale de nada, pois não???
  14. Porque é que os Médicos pela verdade não são convidados para ir à TV??? A verdadeira ciência tem o direito ao contraditório. Porque é que na TV, só são ouvidos “especialistas” com uma única opinião??? Quando é que é já foi apresentado na TV, o contraditório???
  15. Porque é que os médicos pela verdade, fizeram uma conferencia de impressa que nunca passou na TV? Eles representam o contraditório, isso não passou porque??? Se a TV, só apresenta a verdade porque é que tem tanto “medo” de apresentar o contraditório???

Deixo estas questões para reflexão…

Enfim!!!

Os “fora da caixa”, nos quais me inclui a vida inteira, infelizmente são poucos. A maioria são as pessoas que acreditam nas instituições, governos, tv etc…

Essas pessoas, também precisam de ser estimuladas a pensar, a ter pensamento critico, a reflectir e não acreditar em tudo o que dá na tv. Por isso é que em vez de escrever um texto apenas informativo, decidi escrever algo mais reflexivo, talvez até um pouco provocatório, para ver se a mensagem passa para além dos fora da caixa… No fundo é isso que interessa.

 

Infelizmente, considero que isto é um tema que só se conseguirá resolver junto dos tribunais competentes…

Sandra de Jesus

- Psicóloga, Hipnoterapeuta e Coach

You are here: HomeCovidArtigos - PTCovid: Será que faz sentido “morrer da cura”???
  • ASMAA - Algarve Surf and Marine Activities Association
    NIPC: 510 381 952
    Tel: 00 351 282 182 103
    This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
    asmaa-algarve.org
    Rua Dr. Alberto Iria
    Lote 12, R/C Esq
    Porto de Môs
    Lagos 8600-580
    Portugal
Go to top